Imagem capa - Samyang 12mm f/2 - Será que vale a pena? por Midtones Photography
reviews

Samyang 12mm f/2 - Será que vale a pena?



Quando eu fiz a mudança para os sistema da fuji minha ideia no princípio era ter coberto as mesmas dsitancias focais que tinha na Canon, por isso precisa de objetivas que fossem dos 12mm aos 200mm. Para substituir a sigma 12-24mm estava decidido a comprar a fuji 10-24mm até começar a ouvir falar desta pequena objetiva. Basicamente uso a grande angular para imagens de paisagens e arquitetura então precisa que a objetiva não tivesse uma distorção muito grande.

Começei a ler todos os reviews que encontrava pela net e todos sem excessão falavam da maravilha que era essa objetiva e o quanto nítida era ela, com alguns comparando ela com a Zeiss 12mm f/2.8 e dizendo que era ainda mais nitida ao centro do que a Zeiss. Estava meio desconfiado mas pelo preço a que ela se encontra, pouco mais de 300 euros, valia a pena arriscar.

Antes de começar a falar sobre a objetiva tem alguns passos que temos de fazer para a camera poder saber que estamos utilizando uma objetiva completamente manual.







Na fuji temos que ir no menu e escolher a opção de fotografar sem lentes, já que ela não tem contatos eletrônicos a camera não sabe se temos uma objetiva ou não. Depois continuamos no menu e vamos informar que estamos utilizando uma objetiva de 12mm para assim quando virmos o exif da imagem está lá pelo menos qual a objetiva utilizada. Mas tenha atenção que não ira aparecer a abertura em que foi feita a foto pois como não tem contatos eletrônicos a camera não tem como saber e assim se quiseres ter esta informação vais ter que anotar em algum lado, tanto no lightroom ou qualquer outro software a imagem vai aparecer sempre com abertura f/1.0 .


Eu não sou nenhum pixel peeper mas pelos meus resultados quando diminuímos alguns stops ela se torna mesmo muito nítida mas mesmo totalmente aberta a f/2 ela é muito boa.

Agora na minha opinião alguns prós e contra.




Preço - Esse é sem dúvida a primeira vantagem desta objetiva e um dos motivos que fazem as pessoas pensarem na sua compra.

Qualidade de construção - A Samyang 12mm é uma lente feita para câmeras de sensores APS-C, proporcionando uma faixa focal efetiva que seria de 18mm em um sensor full frame. O intervalo de abertura vai de f/2 a f/22. A lente fixa de 12 mm tem uma distância de focagem mínima de 20 centímetros. O vidro usa um sistema de revestimento nanométrico (NCS) para melhorar a transmissão de luz, reduzir os flares e ghosts e fornecer mais contraste. Esta lente possui um filtro de 67mm. Esta objetiva é construída como se fosse um pequeno tanque usando uma combinação de metal e plástico, pesando apenas 245g. Como mencionei acima, ela é uma lente de foco manual que requer manipulação do usuário para abertura e foco. O anel de abertura é sólido e tem uma sensação de clique agradável em cada viragem. O anel de foco é suave e firme. (OBS: Algumas objetivas tem o foco do infinito um pouco antes da marcação que está na objetiva, por isso experimente antes de usar para saber o ponto correto da sua.)

Qualidade de imagem - Para mim isto deve ser a parte mais importante quando compramos uma nova objetiva. A nível de nitidez a melhor zona está entre as aberturas de f/8 a f/16 se precisar de usar na abertura mínima de f/22 já ira encontrar difração e um pouco de perda de nitidez em algumas zonas da imagem. Esta parte seguinte vou dividir em alguns sub tópicos e mostrando com imagens reais o que ela consegue e não consegue fazer tão bem.

1. Pouca luz - Não conseguimos substituir o tripé em algums situações de baixa luminosidade e a possibilidade de ter uma abertura f/2 ajuda muito quando não queremos perder aquela foto. O que começei a reparar depois de utilizar mais este objetiva é que em situações de ISO acima dos 1600 eu perdia muito na qualidade de imagem e isso não vi em nenhum dos reviews que li pela net. Irei colocar alguns exemplos de fotos feitas com o ISO mais alto para perceberem o que falo.


Fuji X-T2 - Samyang 12mm f/2   -  ISO 3200





Fuji X-T2 - Samyang 12mm f/2   -  ISO 200


O que reparei é que o ruido é muito mais aparente na objetiva da Samyang do que nas da Fuji. Estive um tempo trabalhando num jornal e na época tinha vendido minha 18-55mm pra comprar a 16-55mm 2.8 e fiquei um tempo só com a12mm, a 35mm f/2 e o zoom 50-140mm 2.8 e foi quando mais notei este problema da Samyang, principalmente quando fotografamos pessoas com o ISO acima dos 1600. tenho duas imagens feitas no mesmo lugar com mesmo ISO só que uma com a samyang e outra com a fuji 35mm f/2 e a diferença é notória. As duas imagens não tiveram nem tratamento de redução de ruido.



                                       Fuji X-T2 - Samyang 12mm f/2   -  ISO 3200                                                                                        Fuji X-T2 - fuji XF35 f/2   -  ISO 3200

A imagem da fuji é muito mais limpa e com melhor definição nas pessoas



2. Flare - Não tive muitos problemas e acho que ela até trata bem dos flares que aparecem e dependendo do ângulo são bem fáceis de tratar no photoshop. Tenho alguns exemplos mesmo de frente para o sol . Essa objetiva possui 6 laminas em seu diafragma o que causa nas imagens de frente ao sol ou para uma iluminação aparecerem essa estrela de seis pontas, isso é do gosto de cada um, eu até gosto.










3. Distorção - Um dos objetivos era usar a objetiva para fotografia de arquitetura, como tinha lido nos reviews que ela tinha pouca distorção e que era de fácil correção depois que comprei foi dos primeiros testes que fiz.


Logo depois de compra a adobe lançou o profile de correção para esta lente ajudando ainda mais na correção de distorção e remoção de aberrações cromáticas que por sinal é muito bem controlada já de fábrica.

A seguir alguns exemplos de algumas imagens para uso na arquitetura, o ideal seria uma tilt-shift mas enquanto ainda não temos vamos nos virando.






4. Vinhetagem - A vinhetagem é aquele escurecimento nos cantos que costume ser bem proeminente nas objetivas grande angulares. Na samyang ela é bem visível a f/2 mas cai consideravelmente quando vamos nos aproximando de f/8. Como uso na maioria das minhas fotos aberturas entre o f/8 e f/11 não tenho este tipo de problemas, mas isso também é bem fácil de corrigir nos programas de edição de imagem.

5. Foco manual - Para aqueles que já começaram na era do digital o foco manual pode ser um pouco assustador mas graças as novas tecnologias das câmeras mirrorles dispomos de vários métodos de ajuda ao foco facilitam muito o trabalho. Eu particularmente gosto muito do focus peaking com a cor vermelha acho bem fácil ver o que está em foco ou não. Nessa objetiva da samyang também focar não é nenhum problema visto que a partir de f/8 e logo de 1 metro para o infinito está tudo focado. Geralmente não me preocupo muito com o foco já que sempre uso ela acima de f/8.

Concluindo esse review acho que a samyang é uma lente bem interessante para a faixa de preço que ela se encontra, confesso que fiquei um pouco desiludido com a qualidade de imagem em ISO´s altos mas como na maioria das vezes uso ela no tripé e o ISO no mínimo isso fica irrelevante. Eu nunca fiz astrofotografia mas já vi muito boas imagens feitas com ela por isso acho que quem pretende uma objetiva grande angular com boa qualidade de construção e não quer gastar o valor de uma fuji 14mm ou a fuji 10-24mm eu recomendo a samyang 12mm f/2 para fotografia de arquitetura, paisagem e até para fotografia de rua, por que não. Apesar de gostar da samyang ainda pretendo comprar a fuji XF 10-24mm f/4 principalmente pelos 2mm a mais e pela melhor qualidade em altos ISO´s e por ser um pouco preguiçoso o auto focus dá bastante jeito as vezes.